Como lidar com o Cyberbullying

O cyberbullying é uma infeliz realidade que afeta muitas crianças e adolescentes em todo o mundo. No entanto, há alguns passos que podemos dar, de forma a minimizar os seus impactos. Aqui, partilhamos seis formas de lidar com este tipo de situação:

1. Devemos responder ao bully?

Não, se se é vítima de cyberbullying deve evitar responder-lhe. Se for por esse rumo de responder ao bully, é possível que se entre numa espiral que faça tudo ficar pior.

2. Guardar as mensagens

Quando conseguirem guardar as mensagens que o bully enviou, façam-no. Eles podem ser importantes para mostrar a alguém que lhe permita ultrapassar o problema.

3. Denunciar e bloquear

A maioria das redes sociais permitem-nos bloquear e denunciar alguém que nos tente fazer mal. O melhor é fazer isso à pessoa que nos está a fazer cyberbullying.

4. Falar sobre isso

Há pessoas que estão cá para ajudar. Ninguém está só a enfrentar o bullying. Contem aos vossos pais, aos vossos professores, a um psicólogo e, se assim tiver que ser, às autoridades. Não sofram sós.

5. Manter as definições de privacidade

Mais uma vez, a maioria das aplicações de social media permitem-lhe controlar as suas definições de privacidade. O melhor é colocá-las no máximo, de forma a que apenas pessoas que realmente conhecem, consigam ver o que publica online.

6. Manter os desconhecidos de fora

Se não os conhecer, não os aceite. Este deveria ser o lema para as redes sociais. Verifiquem sempre aqueles que os tentam adicionar nas redes sociais. Não é seguro aceitar o convite de pessoas que não conhecem na vida real. Lembrem-se, não sabem quais são as suas intenções.

Por fim, e isto é muito importante, se forem vítimas de cyberbullying, por favor lembrem-se que há pessoas que vos podem ajudar. Falem com a vossa família, com os vossos professores ou com alguém de confiança. Eles estarão lá para vos apoiar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *