Headphones: sabiam que pode levar a perda de audição?

Se hoje em dia, a maior parte das pessoas tem um smartphone no bolso, também é verdade que muitos o usam para ouvir músicas, audiobooks e mesmo podcasts. O problema aqui é: no médio-prazo, segundo alguns estudos, podemos estar a prejudicar a nossa audição.

Se o principal objetivo do Cost of a Click é alertar para o vício das tecnologias, também queremos que as pessoas, principalmente, os mais jovens usem com consciência outras facetas deste tipo de aparelhos.

O que nos diz a ciência?

Já foram feitos estudos sobre este temática e alguns chegam a conclusões que se afiguram preocupantes. De acordo com um estudo da Journal of the American Medical Association, realizado em 2011, a utilização de headphones estava relacionada com uma grande perda na audição no seio de adolescentes e jovens adultos.

Este estudo teve em conta indivíduos com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos e nele foram avaliados 2928 participantes em 1988-1994 e 1771 em 2005-2006. O estudo comparou depois as qualidades auditivas dos dois grupos.

O que podemos fazer para nos proteger?

O principal problema dos headphones prende-se com o volume dos mesmos. O problema é que um som demasiado alto ou demasiado perto, pode causar intensas vibrações dentro do ouvido. Isso, por sua vez, leva a que as células que se encontram no interior do ouvido percam sensibilidade. E é isso que faz com que as pessoas comecem a ouvir pior.

Por isso mesmo, devemos adoptar uma série de boas práticas para conseguir minorar os efeitos do áudio demasiado elevado que pode advir do uso excessivo destes aparelhos.

  1. Baixar o volume

Começando pela solução mais clara, nunca se devem utilizar headphones e ultrapassar um determinado volume. Normalmente, alguns smartphones dizem-nos mesmo que o estamos a fazer e, nesse caso, não devemos ultrapassar esse nível de decibéis.

  1. Usar headphones “noise-canceling”

Há quem recorra a volumes altos para “cancelar” os sons externos à atividade que estamos a ouvir. Por isso mesmo, uma boa forma de contornar esse fator é usar headphones especializados em bloquear sons exteriores. Assim, é possível ouvir o que se pretende sem a intromissão de outros fatores.

  1. Experimentar “over-hear” headphones

Os especialistas aconselham a utilização deste modelo, uma vez que diminuem a exposição do ouvido ao headphone. Estes aumentam o espaço existente entre os ouvidos e o aparelho, o que diminui o risco de surdez.

  1. A regra 60-60

Como em todo o tipo de tecnologia, a solução principal é utilizá-la de forma sensata. Portanto, possivelmente poder-se-ia adoptar a chamada solução 60-60. Isto é usar os headphones durante um máximo de 60 minutos com um volume máximo de 60%.

Em suma, devemos sempre utilizar os headphones com conta, peso e medida. A ciência já o demonstra: se os utilizarmos de forma errada, existe o risco acrescido de surdez. Está do nosso lado utilizá-lo com consciência dos perigos e fazer tudo para os diminuir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *